A tarde de sábado (13/02/2021) marcou tristemente a cidade de Caldas Brandão que fica no agreste paraibano.

Por se tratar de uma cidade pacata, Caldas Brandão dificilmente “vê” fatos trágicos como o que aconteceu hoje.

Infelizmente uma criança de apenas três anos teve sua vida ceifada na residência de sua avó, conhecida por Luzinete.

Luzinete mora com sua filha, genro e netas na rua São José, uma das principais entradas que dá acesso ao campo de futebol.

Segundo populares, por volta das 14:00hs, uma grande nuvem de fumaça e fogo começaram rapidamente se alastrar na casa de dona Luzinete.

Percebendo que se tratava de um incêndio, moradores se mobilizaram para tentar apagar o fogo que ficou mais alto que a casa e aumentou ainda mais a onda de fumaça.

Parte do telhado caiu e queimou sofá, televisão dentre outros objetos.
Com muitos esforços os moradores tentaram recuperar o que podiam, mas a preocupação maior era com as crianças dentro de casa.

Infelizmente a pequena Nayara Ashley Ferreira da Silva de apenas três anos teve seu corpo totalmente queimado.

Moradores aflitos numa ação desesperada ainda entraram no quarto onde a pequena dormia, mas ao avistar a quantidade de fogo em seu corpo perceberam que era tarde demais.

A população está em choque pois a pequena Nayara era bastante comunicativa e quando estava na rua falava com “todo mundo”.

Os familiares aterrorizados não conseguem acreditar no que aconteceu.
Moradores acreditam que o fogo tenha se propagado devido um ventilador que estava muito queimado a ainda com chamas de fogo. Mas só a perícia pode confirmar isso.

O SAMU, Corpo de Bombeiros, Polícias (Militar e Civil) estiveram no local.
O carro da prefeitura de Caldas Brandão (área de saúde) também esteve no local para dá apoio.

O IML chegou por volta das 17:30hs para a remoção do corpo.

 

Fonte: paraiba.com.br