A Polícia Civil informou que a modelo Lorrayne Damares da Silva, 19 anos, que se encontrava desaparecida, foi encontrada morta na manhã deste domingo (19). O corpo já em decomposição foi localizado pela Polícia Civil da Paraíba, com auxílio dos Bombeiros, por volta das 8:30, às margens do Rio Paraíba, precisamente num matagal, em baixo da ponte da Rodovia BR 230, próximo ao distrito de “Café do Vento”.

“Ontem havíamos conseguido a prisão temporária do ex-namorado/suspeito, o qual foi preso no município de Eunápolis/BA, neste sábado à noite, em viagem de fuga. Numa ação sincronizada com a PRF, o veículo Uber foi interceptado e o suspeito preso. Sob orientação da PCPB, o delegado plantonista da PCBA , na Delegacia de Eunápolis, obteve a confissão do suspeito, o qual indicou o local onde havia ocultado o corpo. Ao amanhecer, equipes da PCPB e dos Bombeiros foram ao local indicado e localizaram os restos mortais da modelo”, disse o delegado Luciano Soares.

A informação inicial é de que a modelo foi morta no final de semana passado, num imóvel de veraneio, em Lucena para onde o casal havia seguido, após a modelo chegar a João Pessoa, vindo da cidade de Goiânia. “Enviamos equipe da Polícia Civil da Paraíba, originários da 5°DSPC de Santa Rita, para trazer o preso”, disse o delegado superintendente, Luciano Soares.

A coletiva sobre o caso deverá ocorrer na quarta-feira (23) na Central de Polícia, data da provável da chegada do suspeito.

 

Com informações da Polícia Civil 

pbagora