A audiência das empresária Taciana Ribeiro Coutinho, que assassinou o marido Helton Pessoa com quatro disparos de arma de fogo em abril de 2020 foi marcada para 22 de fevereiro de 2021. A decisão é do  juiz da 1ª Vara de Sapé.

A prisão da socialite foi decretada, porém a justiça a revogou e estabeleceu diversas medidas cautelares. Recentemente, a empresária requereu a mudança do seu domicílio para a sede da fazenda, palco do assassinato, porém a solicitação foi negada.

O casal teria um histórico de brigas, mas as versões para explicar o crime são diferentes. O advogado de Taciana, Genival Veloso Filho, disse que sua cliente e o marido teriam discutido e que ela seria vítima de sistemática violência doméstica. Naquele dia, Helton teria agredido a esposa, puxado-a para o quarto onde continuaram as ofensas e teriam ocorrido os disparos.

Já o advogado Daniel Allison, que representa a família do fazendeiro morto, diz que Taciana atirou contra Helton sem chance de defesa quando ele estava tomando banho.

 

Fonte: PB Agora