Já chegaram os novos postes que serão instalados nas ruas principais da cidade de Arara. Todos os postes que estão nas ruas e avenidas serão trocados, onde passará a ter iluminarias de LED.

Como o LED não possui materiais pesados, é extremamente recomendado para ajudar na preservação da cadeia como um todo.

Economia de energia que só traz benefícios para a cidade

Se compararmos o custo da luminária com a tradicional, temos um valor mais alto, ainda mais quando se leva em consideração que são diversos pontos de iluminação. Apesar de ser consideravelmente maior, a economia é igualmente impactante, o que resulta em economia de energia e gastos a longo prazo.

Sem radiação

Uma ótima notícia para o meio ambiente: a radiação dos metais pesados, utilizados nas iluminações tradicionais, é inexistente.

Os metais pesados são uma preocupação constante na sociedade moderna. Além de serem nocivos ao meio ambiente, são altamente tóxicos para o ser humano e demais seres.

Segurança da população

Outro benefício fica por conta da qualidade da luz entregue, que contribui muito mais para a segurança geral da população, entregando muito mais luz com menos energia consumida.
Manutenção mais eficiente e rápida do que as antigas lâmpadas

A instalação de luminárias LED é muito mais fácil que as tradicionais. Luzes piscando, curtos frequentes e outros fatores podem dificultar a vida da equipe de manutenção do município e, assim, consequentemente dimunuir as horas em campo e os custos com este serviço. Ao conectar com um módulo de telegestão, softwares centralizados ainda conseguem mapear as lâmpadas inativas e indicar o local correto de troca.

O planeta agradece. O meio ambiente também.

Feitas de metais pesados, as tradicionais lâmpadas de vapor de sódio, mercúrio ou vapor metálico causam danos ao meio ambiente. Como o sistema demanda muitas lâmpadas e luminárias, são extremamente prejudiciais tanto no dia a dia, como também com o descarte das lâmpadas inutilizadas, como geralmente ocorre nas cidades onde não dispõe de coletas eficientes.




Redação/Portal Arara