O Cidadania, partido do governador João Azevêdo, foi a legenda que mais elegeu prefeitos no pleito deste ano. Foram 42, seguido pelo PSDB com 27.

O DEM fez 25 prefeitos, o PL 22 e o PP 21. O PSB derreteu e saiu de 52 prefeitos, há quatro anos, para apenas cinco em 2020. Já o PT, do ex-presidente Lula, só teve um prefeito eleito e o PSL, última legenda de Jair Bolsonaro não obteve êxito em nenhum município.

Além do número expressivo de cidades que tem um gestor da legenda, João Também teve vitórias de aliados em vários municípios. Em Patos, o governador estava apoiando Nabor Wanderley (Republicanos) que se elegeu com 51,57% dos votos; em Monteiro, ele apoiou a vencedora Anna Lorena (PL), que se elegeu com 57,93% dos votos.

Em João Pessoa, o candidato do PP, Cícero Lucena, foi o mais votado e disputa o segundo turno com Nilvan Ferreira (MDB).

As derrotas mais expressivas de João foram em Campina Grande, onde o governador apoiava Ana Cláudia (Podemos), mas quem se elegeu foi Bruno Cunha Lima (PSD) no primeiro turno com 54,58% dos votos. Em Guarabira, João apoiava Roberto Paulino (MDB) que ficou em segundo com 33,80% dos votos, enquanto elegeu-se Marcos Diogo (PSDB), com 45,38%.

Fonte: https://paraiba.com.br/