Divergindo das orientações do secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, que se mostrou contra o retorno das aulas presenciais nas cidades paraibanas, o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado da Paraíba, (Sinepe-PB), Odésio Medeiros, comemorou a nova etapa da flexibilização, anunciada na última sexta-feira (2), pela prefeitura de João Pessoa.

“A Paraíba está em situação confortável em relação à covid-19 e as escolas estão preparadas para a nova fase”, disse Odésio Medeiros. No entanto, o presidente do Sinepe-PB falou também sobre a importância das instituições de ensino não relaxarem com os cuidados. “Os protocolos de segurança estarão em vigor para que não haja nenhum problema. As escolas já estão prontas e os alunos ansiosos até porque estão às portas do Enem e mesmo com ensino remoto a gente sabe da importância do presencial”, disse.

Já Geraldo Medeiros, em vídeo nesta semana falou sobre os possíveis riscos que podem ocorrer com o retorno das aulas presenciais nas cidades paraibanas. “Nós temos relatos em países como os Estados Unidos que, no espaço de cinco meses, teve aumento de 500% no número de crianças contaminadas. Além disso, nós temos uma nova manifestação tardia da covid-19 em crianças que é a Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica em que as crianças manifestam um quadro tardio, geralmente 15 dias após adquirir o novo coronavírus e que se apresenta com sintomas graves”, disse o secretário. O secretário falou em cautela e sugeriu aguardar um pouco mais. “Em janeiro teremos seis milhões de vacinas no país e entre janeiro e junho teremos 100 milhões de vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde”.

 

Fonte; pbagora