O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros fez uma análise, durante entrevista à rádio Correio FM nesta segunda-feira (20), do platô que a covid-19 atingiu no estado.
De acordo com Geraldo a taxa média de ocupação de leitos de UTI na Paraíba é de 55%, percentual que poucos estados do país tem, o que faz a Paraíba estar numa situação confortável, apesar de ainda não ter conseguido vencer totalmente o novo coronavírus.
“Não seria interessante para o setor econômico, nem para ninguém uma nova onda de casos através da produção de aglomeração. A paraíba hoje está com uma ocupação de leitos numa situação de 55%, são índices que poucos estados nesse momentos no país tem. Tudo isso reflexo de ações do governo e da secretária estadual de saúde. Agora, é preciso cautela” declarou.
Ainda de acordo com o secretário, no final da semana a gestão espera ter uma imagem definitiva de como a doença está ocorrendo após as duas semanas de flexibilização.
“Nós teremos uma imagem definitiva no final da semana mas já se acena uma configuração de que o que estamos observando  é que o platô é sustentado.  Isso é uma discussão que ainda não está bem definida, o que observamos no estado é que o número de casos graves está diminuindo e o número de casos leves persiste pois o platô é sustentado, nós já percorremos uma trajetória longa, mas ainda não vencemos” declarou, acrescentando que a taxa de letalidade da covid-19 na Paraíba é de 2,2%, a menor do Nordeste.

PB Agora