A jornalista italiana, Diletta Leotta, de 28 anos, vive uma situação triste nos últimos dias. Algumas imagens íntimas dela foram divulgadas em grupos de um aplicativo de mensagens no Brasil. Segundo a mídia internacional, a apresentadora teve o celular invadido por hackers há cerca de três anos.

Essa não foi a primeira vez que isso aconteceu. No momento em que os hackers invadiram o seu celular, ela já tinha sido exposta nas redes sociais. Na ocasião, a apresentadora foi defendida pelo atacante italiano Mario Balotelli.


O jogador postou em sua conta no Twitter uma mensagem de apoio à jornalista: “Todo mundo é livre para fazer o que quiser com seu corpo, para o bem ou para o mal. Pessoas que abusaram desta situação são horríveis”, comentou o atacante nas rede social.

E ela agradece ao compatriota. “Gostei muito do gesto e do apoio de Mario Balotelli. Senti que não estava sozinha nessa ocasião e percebi que o problema é muito mais comum do que eu esperava”, contou a jornalista.
Fonte: polemicaparaiba