A polícia da cidade de Río Gallegos, no sul da Argentina, encontrou neste sábado (4) o corpo do advogado Fabián Gutiérrez, ex-assessor da ex-presidenta Cristina Fernández de Kirchner – que atualmente é senadora e vice-presidenta do país.

Gutiérrez estava desaparecido desde a terça-feira (30), e seu paradeiro foi descoberto após a prisão de quatro homens, no dia anterior. Um dos homens confessou que o grupo assassinou o advogado e enterrou o corpo clandestinamente.

A polícia ainda não especificou os motivos pelos quais o grupo assassinou o ex-assessor, devido a que as versões entregues até agora pelos detidos seriam contraditórias. “A causa da morte também está sendo verificada. Acreditamos que foi em função de um espancamento, o corpo apresenta muitos golpes, mas esperamos a autopsia para ter uma conclusão mais precisa”, afirmou o delegado Carlos Narvate, que lidera a investigação.

Fabián Gutiérrez foi assessor de Cristina Kirchner por mais de 20 anos, incluindo boa parte do período em que ela esteve na presidência da Argentina. Ele também estava envolvido em uma das ações que a ex-presidenta responde na Justiça, e chegou a ser detido preventivamente, mas libertado um mês depois, e se encontrava livre desde novembro de 2018.




Fonte:Revista Forum