O deputado estadual Raniery Paulino engrossou o tom depois da confirmação da aliança entre ele, seu pai Roberto Paulino e o governador João Azevêdo. O parlamentar avisou que não quer cargos no governo e que a união do MDB e Cidadania é pensando em questões macro que envolvem mais especificamente a cidade de Guarabira. Raniery passa agora a fazer parte da base governista na Assembleia Legislativa.
“não estrou atrás de cargos. É uma aliança para uma questão macro. A tendência natural é me incorporar a base governista, eu tenho que retribuir esse apoio”, falou em entrevista ao programa Hora H, da Pop FM.
Raniery seguiu garantindo que manterá a sua essência política e que não volta atrás nas críticas feitas ao governador. “O que foi dito está dito, sustento o que digo. Vamos preservar nossas essências. Apoio toda e qualquer investigação e que o governo apresente sua versão”, encerrou.
Fonte: 83