O secretário de Comunicação do Governo do Estado, Nonato Bandeira, em entrevista ao Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM, nesta quarta-feira (03), listou os nomes de seis auxiliares que devem deixar suas respectivas pastas para disputar as eleições de outubro, mas reforçou que a prioridade não são as eleições, mas sim o combate à pandemia do novo coronavírus.

Devem se desincombatibilizar até esta quinta-feira (04) Ana Cláudia Vital do Rego (Secretaria de Desenvolvimento e Articulação Municipal do Estado), Denise Albuquerque (Secretária Executiva de Desenvolvimento Humano), Aristeu Chaves (Coordenador do Procase), Dr. Léo Cabral (Diretoria do Hospital Distrital de Aguiar), Beto Brasil (Presidência da Lotep) e a diretora do Hospital Regional de Pombal, Kévia Werton, irmã da deputada estadual Pollyana Costa (PSB).


“Eles tomaram a decisão pessoal, mas não existe nenhuma orientação do governo e nem do partido Cidadania para que as pessoas lancem candidatura porque não tem clima nenhum. O governador acatou os pedidos, mas não há estratégia política. O governo não tem cabeça para se preocupar com as eleições. O foco é combater a Covid-19, sem demagogia, porque foi isso que ele determinou”, enfatizou Bandeira.

Fonte: Polêmica Paraíba