A Dataprev, empresa pública de processamento de dados ligado ao Ministério da Economia, afirma que processou 95% das solicitações de auxílio emergencial. Segundo a entidade, até a madrugada de quinta-feira (23), mais de 37 milhões de análises de informações de quem solicitou o benefício foram entregues à Caixa Econômica Federal.

Os requerimentos analisados foram feitos por Microempreendedores Individuais (MEIs) e contribuintes individuais. De acordo com a Dataprev, ainda falta a análise 300 mil pedidos desse grupo de pessoas. Além disso, segundo a instituição, outros 8,7 milhões de solicitantes que integram outros grupos prioritários do benefício ainda não tiveram resposta.

Ao todo, o Dataprev já processou 91% de todos os requerimentos recebidos da Caixa, o que corresponde a 98 milhões de cadastros.

De acordo com a Caixa, as pessoas inscritas no Cadastro Único que não se enquadrem nos critérios do benefício do auxílio emergencial podem apresentar novo pedido por meio do aplicativo e no site do banco. A medida também vale para os requerimentos dos trabalhadores informais.

Fonte: Agencia do rádio