O governador João Azevêdo  (Cidadania) falou nesta quarta-feira, 29, na TV Cabo Branco, sobre a reabertura de comércios e shoppings da Paraíba mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus e reforçou que essa medida é praticamente impossível de ser realizada de imediato, assim como o fim do isolamento social.

O gestor estadual citou o exemplo de Florianópolis que flexibilizou a abertura de shoppings e os casos do covid-19 crescerem exponencialmente após isso.
Azevêdo disse ainda que o estado tem analisado, porém o prazo para que o comércio, escolas e shoppings voltem a funcionar sem restrições não pode ainda ser definido.
“Não vejo com muita possibilidade de retomar esse processo. Vemos que em estados que fizeram isso o número de casos aumentou. Não se tem previsão de se fazer uma abertura geral. Sabemos que é impossível. Florianópolis abriu os shoppings e os números triplicaram. É uma conta que não fecha. O Brasil passou 40 dias para ter mil mortes e hoje temos mil mortes a cada dois dias” pontuou.

Vale lembrar que ainda hoje o governador se reunirá virtualmente com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, o de Campina Grande, Romero Rodrigues e o presidente da Famup George Coelho para tratar justamente sobre essas medidas restritivas no estado.
Fonte: PB Agora