O arcebispo emérito da Paraíba Dom Aldo di Cillo Pagotto morreu na tarde desta terça-feira (14), em Fortaleza, Ceará. Dom Aldo estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital particular da cidade após o agravamento de uma crise de insuficiência respiratória. A informação foi confirmada pelas Arquidioceses da Paraíba e do Ceará.
De acordo com a Arquidiocese da Paraíba, o religioso apresentava sintomas semelhantes ao da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, mas não há confirmação da infecção. O G1 tentou contato com a Secretaria de Estado de Saúde do Ceará para saber se o caso foi notificado, mas não conseguiu contato.
Dom Aldo morreu aos 71 anos, em Fortaleza, onde viveu desde que renunciou o cargo de arcebispo.
Dom Aldo Pagotto celebra missa na Igreja São Francisco, em João Pessoa, um mês antes de renunciar ao cargo de arcebispo — Foto: Daniel Peixoto/G1/Arquivo
Dom Aldo Pagotto celebra missa na Igreja São Francisco, em João Pessoa, um mês antes de renunciar ao cargo de arcebispo — Foto: Daniel Peixoto/G1/Arquivo

Dom Aldo Pagotto

Dom Aldo era natural de Santa Bárbara d’Oeste, interior de São Paulo. Ele esteve à frente da Igreja Católica na região de João Pessoa por 12 anos, e deixou o cargo em 2016 alegando motivos de saúde.
Durante a vida como bispo, sofreu denúncias de exploração sexual de menores de idade na arquidiocese. Após a renúncia, se tornou arcebispo emérito da Paraíba e passou a morar em Fortaleza, no Ceará, em uma casa da congregação da qual participava.
Fonte: G1