O Governo Federal cortou 158.452 bolsas do programa Bolsa Família nessa quinta-feira (19) em meio a crise da pandemia do novo Coronavírus que atinge o Brasil. Do total, 61,1% das bolsas cortadas são da região Nordeste, o que corresponde a 96.861 benefícios. As informações são do UOL.
O número de beneficiários é o menor do governo Jair Bolsonaro e o menor desde maio de 2017, quando o Bolsa Família teve o maior corte da história do programa — 543 mil bolsas foram retiradas. Emancipação dos beneficiários Em resposta ao UOL, o ministério explicou que a redução ocorreu porque novas 185 mil famílias ingressaram no programa, mas 330 mil “se emanciparam” por apresentarem evolução nas condições financeiras, “ou seja, superaram as condições necessárias para a manutenção do benefício”
Fonte: 83