O deputado federal Wilson Santiago tentou um pedido de licença médica para se afastar da Câmara e fugir da notificação da Corregedoria da Casa, que leva a investigação de seu envolvimento em desvios de recursos para obras hídricas na Paraíba no Conselho de Ética. A informação foi trazida nesta quinta-feira (20) pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.
A tentativa de licença, conforme a coluna, irritou o presidente Rodrigo Maia e não deve ser aprovado. Responsável por autorizar as licenças médicas, o 3º secretário da Mesa, Fábio Faria (PSD-RN), disse que, se o pedido chegar, a tendência é que não seja acatado.
Santiago, conforme a coluna Painel, recebeu na segunda (17) a notificação para apresentar sua defesa. O advogado do parlamentar foi consultado pelo jornal, mas não respondeu.
Wilson foi implicado na Operação Pés de Barro suspeito de ter cobrado propina para a realização de obras para uma adutora no município de Uiraúna.
Fonte: 83