O senador Cid Gomes passou por um procedimento cirúrgico e não corre risco de morte após ter sido baleado na tarde desta quarta-feira (19) em meio a um protesto de policiais que reivindicam aumento salarial. As informações são do portal G1. O senador pilotava uma retroescavadeira e tentava furar um bloqueio feito por policiais militares no Batalhão da Polícia Militar em Sobral (CE).

A assessoria do senador afirmou que Cid Gomes passa por estabilização no Hospital do Coração de Sobral e será transferido para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral.


O ex-governador e ex-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, irmão de Cid, informou em uma rede social que o senador “não corre risco de morte” e que foi atingido por “dois tiros de arma de fogo”. Ainda segundo ele, os disparos “não atingiram órgãos vitais apesar de terem mirado seu peito esquerdo”.


Inicialmente, a assessoria do senador Cid Gomes disse que ele havia sido atingido por uma bala de borracha. Depois, a assessoria informou que o tiro foi, na verdade, disparado por uma arma de fogo.


Durante a confusão, os tiros foram disparados na direção de Cid Gomes e quebraram os vidros do veículo utilizado pelo senador. Conforme a assessoria do político, ele foi baleado no peito. Imagens feitas por pessoas que acompanharam a manifestação mostram o senador consciente e com a blusa manchada de sangue.


Cid Gomes, que está licenciado, organizava um protesto contra um grupo de policiais que tenta impedir o trabalho da Polícia Militar. Nesta quarta-feira, policiais esvaziaram pneus de carros da polícia para impedir que os agentes de segurança atuem na ruas.


Vídeos:


Após ter sido baleado, Cid Gomes foi socorrido por correlegionários. Em um dos vídeos, é possível ver que ele foi levado para o hospital em um carro particular. Ele foi chamado de ‘herói’ por manifestantes que presenciaram as cenas. Veja abaixo.


Fonte: Polêmica Paraíba com informações do G1