O vigilante Hélder Aleixo Alves de Sena, mais conhecido como “Dedê”, foi executado com vários de revólver, calibre 38, e de pistola, quando trabalhava como segurança na Feira Livre do município de Cuité, na região do Curimataú paraibano. O crime aconteceu próximo ao Hotel Serrano, na manhã desta segunda-feira (13).

O vigilante Hélder Aleixo Alves de Sena, mais conhecido como “Dedê”, foi executado com vários de revólver, calibre 38, e de pistola, quando trabalhava como segurança na Feira Livre do município de Cuité, na região do Curimataú paraibano. O crime aconteceu próximo ao Hotel Serrano, na manhã desta segunda-feira (13).

Testemunhas, que estavam na feira, contaram que o vigilante foi surpreendido por dois homens, armados, em uma moto Pop100. Um deles já chegou com uma pistola na mão e tentou disparar contra a vítima, quando a arma teria falhado.
Feira livre de Cuité Foto: Flávio Fernandes
De acordo com as testemunhas, “Dedê” tirou uma faca peixeira da cintura para tentar se defender, mas foi atingido pelo mesmo homem que usou, dessa vez, um revólver. O vigilante ainda tentou correr e foi alvejado também por tiros de pistola.
Hélder Aleixo não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no local. A dupla fugiu e até o momento não foi identificada pela polícia que investiga o caso.
Fonte: Paulo de Pádua/Flávio Fernandes