O Governo do Estado, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), já iniciou a distribuição de sementes certificadas com os agricultores paraibanos, aproveitando inclusive as chuvas que vêm ocorrendo em quase todos os municípios do Sertão, Cariri e Curimartaú. O Programa Estadual de Distribuição de Sementes Certificadas – Safra 2020 foi lançado oficialmente nesta quarta-feira (8) pelo governador João Azevêdo e vai ofertar 335 toneladas de sementes de milho, feijão vigna, feijão phaseolus e sorgo, que já estão disponíveis nas regionais de Itaporanga, Patos, Princesa Isabel, Pombal, Catolé do Rocha, Sousa, Cajazeiras, Serra Branca e Picuí.
Neste ano os agricultores estão recebendo a semente para o plantio logo com a chegada das chuvas, o que se presume que haverá uma boa safra. Desde o final do mês de dezembro, com as primeiras chuvas que surgiram, sobretudo no Sertão, os técnicos da Empaer começaram na orientação aos agricultores quanto ao preparo do solo, antecipando-se a chegada das sementes.
O Governo do Estado está investindo R$ 3,9 milhões na aquisição das sementes, beneficiando 32.870 famílias agricultoras, que deverão se dirigir aos escritórios da Empaer em sua cidade para receber a semente destinada ao plantio. Com a orientação técnica por parte dos extensionistas rurais da Empaer, a expectativa é de que neste ano a Paraíba colha uma safra recorde de feijão e milho, além do sorgo, que se destinará a uma reserva estratégica de alimentação de animais em período de estiagem.
Durante o lançamento do programa de sementes pelo governador João Azevêdo, a Empaer esteve representada pelo diretor administrativo Jean Queiroga, o diretor técnico da Extensão Rural, Jefferson Morais, gerentes regionais e chefes de escritórios. O presidente da Empaer, Nivaldo Magalhães, lembrou que este é um momento importante para o agricultor paraibano porque começa o ano realizando o plantio de seus roçados com as sementes distribuídas pelo governo, aproveitando o período de chuva que ocorre em quase todos os municípios.

Fonte: Secom