Em vídeo divulgado nas redes sociais do Ministro das Relações Exteriores (MRE) do Brasil, Ernesto Araújo, neste domingo (5), Juan Guaidó, autoproclamado presidente da Venezuela tenta entrar no parlamento do país e é impedido por policiais. Segundo o ministro, o presidente Nicolas Maduro, tentou impedir a votação da Assembleia Nacional e reeleição de Juan Guaidó para a presidência da Assembleia Nacional e do governo interino.
A agência de notícia oficial da Venezuela, AVN, divulgou que Luis Parra é o novo presidente da Assembleia Nacional para o ano de 2020. No entanto, o resultado não seria reconhecido pelo Brasil “[A eleição] crucial para a redemocratização do país. Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia”, disse Araújo.
Em Caracas hoje, Maduro tenta impedir, à força, votação legítima na Assembleia Nacional e reeleição de Juan Guaidó para a presidência da AN e do gov interino, crucial p/ a redemocratização do país. Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia.
5.630 pessoas estão falando sobre isso
Segundo a agência AVN, Franklyn Duarte fica como primeiro vice-presidente, Joser Gregorio Norieha como o segundo vice-presidente e Negal Morales como secretário do parlamento.
 “Hoje queremos abrir a porta ao futuro do parlamento”, disse Parra em um comício transmitido pela emissora de televisão venezuelana.
Conforme a AVN, as eleições parlamentares foram propostas por José Brito, que acusou o presidente autoproclamado Juan Guaidó de abandonar “por completo” a gestão parlamentar para se dedicar a “consolidar uma estrutura pessoal de poder.”

A sessão em que os novos membros do parlamento vão fazer o juramento está marcada para o dia 07 de janeiro.
Fonte: Agencia Brasil