Jovem é morto a machadadas após marcar encontro para receber dinheiro de dívida, na PB - Portal Arara

Últimas

segunda-feira, dezembro 16, 2019

Jovem é morto a machadadas após marcar encontro para receber dinheiro de dívida, na PB

Um jovem foi morto a golpes de machado na manhã do último sábado (14), em Queimadas, no Agreste paraibano. De acordo com o delegado de Homicídios João Joaldo, que investiga o caso, Bruno Lopes Bernardo da Silva, de 22 anos, foi morto após o suspeito do crime marcar um encontro com a vítima para pagar uma dívida de jogo online. A vítima ainda foi socorrida e levada para o hospital da cidade, mas não resistiu e já chegou morta à unidade de saúde.
Segundo o delegado, Bruno Lopes era cabeleireiro na cidade. A mãe da vítima relatou à polícia que o filho participava de apostas em jogos online. No sábado pela manhã, o jovem teria marcado um encontro com o suspeito para receber o dinheiro de um dívida, em um local na zona rural do município.
Conforme João Joaldo, no local marcado com o suspeito, a vítima foi encontrada ferida com vários golpes de machado. O jovem ainda foi socorrido e levado para o hospital da cidade, mas já chegou morto à unidade de saúde.
Ainda de acordo com o delegado, o suspeito do crime fugiu do local na moto em que a vítima estava, mas ainda não há confirmação se o jovem seria dono do veículo. Testemunhas chegaram a relatar à polícia que o suspeito fugiu do local levando o machado usado para matar a vítima.
Até as 12h20 desta segunda-feira (16), as informações do delegado eram de que o suspeito do crime não havia sido localizado e que as pessoas que levaram a vítima até o hospital estavam sendo ouvidas pela Polícia Civil.

Tablet da vítima foi encontrado no local do crime

O delegado informou também que, no local do crime, a polícia encontrou um tablet, que seria da vítima. Ao analisar o aparelho, a polícia encontrou mensagens trocadas entre o jovem e o suspeito do crime.
As mensagens revelam que o suspeito atraiu a vítima para o local do crime, afirmando que o encontro seria para que ele pagasse a dívida que tinha com a vítima.
Fonte; G1

Páginas