Peru: Forças Armadas e Polícia Nacional expressam apoio a Vizcarra - Portal Arara

Últimas

terça-feira, outubro 01, 2019

Peru: Forças Armadas e Polícia Nacional expressam apoio a Vizcarra

O chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas e os comandantes gerais do Exército, Marinha, Força Aérea e Polícia Nacional do Peru expressaram seu total apoio à ordem constitucional ao presidente Martín Vizcarra como chefe supremo das Forças Armadas (FFAA) e Polícia Nacional das Forças Armadas (PNP).
O chefe do comando conjunto das Forças Armadas, César Astudillo, os comandantes gerais do Exército, Jorge Celis; da Marinha, Fernando Cerdán, e da Força Aérea, Rodolfo García, além do chefe da Polícia Nacional, José Luis Lavalle, chegaram ao Palácio do Governo para oferecer seu apoio ao presidente.
Na Casa do Governo, eles reafirmaram seu apoio e reconhecimento a Martín Vizcarra como presidente constitucional.

Pronunciamento da FFAA e PNP 

O Comando Conjunto das Forças Armadas, o Exército, a Marinha e a Força Aérea do Peru, bem como a Polícia Nacional do Peru, emitiram pronunciamentos destinados à opinião pública para registrar o reconhecimento de Martín Vizcarra como presidente constitucional da República e chefe supremo das Forças Armadas e da Polícia Nacional do Peru.
No caso das Forças Armadas, indicaram que sua principal missão é garantir a independência, soberania e integridade territorial da República.
Enquanto isso, a Polícia Nacional do Peru afirmou que, de acordo com o Artigo 166 da Constituição Política, mantém e restaura a ordem interna e garante o cumprimento das leis e a segurança do patrimônio público e privado em todo o território nacional e está subordinado ao poder constitucional. 
O apoio do alto comando das instituições armadas e da Polícia Nacional do Peru veio depois que o presidente dissolveu constitucionalmente o Congresso da República e convocou eleições parlamentares para janeiro do próximo ano. 
O chefe de Estado adotou essa decisão depois que o Parlamento negou a confiança de dois conselhos de Ministros do governo eleitos para o período 2016-2021.
Fonte: Agencia Brasil

Páginas