A coluna do jornalista Lauro Jardim, no portal O Globo, site de repercussão nacional, trouxe, nesta terça-feira (20) a informação de que a senadora paraibana, de primeiro mandato, Daniella Ribeiro, do Partido Progressistas, contratou uma prima para trabalhar com ela, no gabinete em Brasília, como assessora parlamentar com um salário de quase R$ 23 mil.

Marina Ribeiro Barbosa Gaudêncio recebe salário de R$ 22,9 mil para atuar no gabinete da paraibana, um salário maior do que o pago a muitos prefeitos paraibanos.
Conforme a coluna, Daniella e Marina são primas de segundo grau e, por isso, o Senado não considera o caso como nepotismo.
Antes de Marina atuar no gabinete de Daniella, ela estava lotada na liderança do PP no Senado, só que com salário bem menor.
Daniella lidera o Progressistas (PP) no Senado e é a primeira mulher paraibana a assumir o posto.
Diz a coluna
Senadora bota parente para dentro de gabinete com salário de R$ 23 mil 
Daniella Ribeiro, senadora do PP da Paraíba, abriu as portas do gabinete para a família: contratou Marina Ribeiro Barbosa Gaudêncio, filha de sua prima, para trabalhar como assessora parlamentar, com salário de cerca de R$ 22,9 mil.
E não é a primeira vez.
Até então, Marina estava lotada na liderança do PP no Senado, partido liderado por Danielle Ribeiro, onde ganhava menos.
Mais impressionante do que a generosidade de Danielle é o fato de o Senado não considerar nepotismo a contratação de primos de segundo grau.
Fonte: PB Agora