Até o momento, 832.445 pessoas não tomaram a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 na Paraíba, conforme dados até o dia 5 de julho, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (7). O órgão reforça a importância da imunização quando o número de casos volta a subir no estado, por conta do surgimento de novas variantes e subvariantes.

De acordo com a secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, o aumento de casos de Covid-19 já era esperado neste período. Ela explica que a tendência é ter mais casos leves, por conta da vacinação. Porém alerta para que a população busque o posto de saúde para atualizar o cartão de vacina com todas as doses disponíveis para a faixa etária, pois já é observado um acréscimo na regulação hospitalar e no aumento dos óbitos.

“No mês de junho, tivemos um acréscimo na regulação hospitalar para Covid-19 no estado. Passamos três meses com regulação baixa. Em março foram 65, em abril, 45, e em maio, 41. Já em junho esse número subiu para 170. Precisamos que toda a população se conscientize para tomar as doses de reforço necessárias para evitar a hospitalização e os óbitos pelo agravo”, pontua.

Sobre o aumento de casos, os dados do sistema de notificação apontam que entre 30 de junho e 6 de julho, foram confirmados 6.551 casos e 20 óbitos. A secretária reforça que a Paraíba não fechou leitos Covid-19. Porém, com a diminuição de casos, a SES realocou para outros agravos. E afirma que o estado tem um plano de contingência vigente para reativar leitos, de acordo com a necessidade.

Renata Nóbrega lembra que a SES programou, de julho a setembro deste ano, três ocasiões para fortalecimento das coberturas vacinais no estado. O primeiro momento acontece em 30 de julho, seguido de outro em 27 de agosto e finalizando em 24 de setembro. Os Dias D de vacinação contemplarão os 223 municípios paraibanos que disponibilizarão não só da vacina contra a Covid-19, mas também todas as vacinas do calendário nacional para a população.


Fonte: G1 PB