O juiz Alexandre Trineto, titular da 16ª Zona Eleitoral, sediada em Campina Grande, acolheu parcialmente uma ação de investigação eleitoral proposta pela suplente de vereadora Dra. Carla Cislayne (PSC), que solicitava a anulação da chapa proporcional do Democratas em Campina Grande, nas eleições municipais de 2018.

No referido pleito, o DEM – agora União Brasil, após a fusão com o PSL – elegeu os vereadores Dinho e Waldeny Santana. A motivação central da ação é a acusação de fraude na cota de gênero – candidaturas femininas.

O magistrado determinou o recálculo (recontagem) dos votos proporcionais na cidade, mas somente após o trânsito em julgado da ação – isto é, após apreciados os eventuais recursos apresentados pelos vereadores com mandato extinto.

Alexandre Trineto não acatou a parte da ação direcionada aos partidos Pros e Solidariedade, que tem a mesma fundamentação: fraude na cota de gênero.

 

Fonte: paraibaonline