Tragédia no Sertão. Um sargento foi ferido a bala e esposa e filho encontrados mortos dentro de casa. O caso aconteceu na cidade de Patos na tarde deste sábado, . As guarnições do 4º Batalhão do Bombeiro Militar (4º BBM), do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) e equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram mobilizadas para socorrer a família que foi ferida a balas, por volta das 15h, na Rua Oscar Torres, no Bairro da Maternidade, em Patos.

Segundo informações policiais, as vítimas foram atingidas por tiros. O corpo da mãe estava no quarto do casal e o da criança estava na sala, próximo ao pai, que foi atingido com um tiro no tórax. O outro filho do casal, de 13 anos de idade, também estava no local, mas não estava ferido. Uma multidão se concentrou em frente à casa. O PM aposentado foi socorrido e levado para o Hospital Regional de Patos. Segundo a assessoria do local, ele segue internado na área vermelha, com estado de saúde estável. A unidade está tentando uma transferência para o hospital de emergência e trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba.

A assessoria informou ainda que o sargento está consciente, orientado e sua situação inspira cuidados, já que um projétil está alojado na coluna. Os profissionais de saúde tentam a transferência porque Campina Grande é a referência da unidade para esse tipo de cirurgia. Em depoimento à polícia, enquanto era socorrido, o sargento aposentado teria dito que o autor dos disparos foi o filho de 13 anos. O adolescente foi levado para a delegacia de homicídios de Patos para prestar esclarecimentos. A polícia civil investiga o caso e tenta entender o que aconteceu.

Segundo o delegado Renato Leite, responsável pelo caso, já foi constatado que o filho, foi realmente o autor dos tiros. Veja a entrevista do delegado a TV Sol, da cidade de Patos:

Fonte: pbagora